Campanha vem empreender

Campanha vem empreender

Últimas Notícias

Erros mais comuns ao abrir MEI



O empreendedorismo está em alta, mas é preciso ter cuidado para começar este desafio com o pé direito. Neste artigo você aprenderá os erros mais comuns ao abrir MEI.


Erros mais comuns ao abrir MEI - Não procurar um contador


Um dos erros mais comuns ao abrir MEI é não procurar um contador.

Observa-se que boa parte daqueles que abrem MEI sozinhos, cometem erros cadastrais e possuem pendências de inscrições e senhas necessárias para o exercício da atividade.

O portal do empreendedor é uma plataforma intuitiva que foi desenvolvida para facilitar a inscrição dos microempreendedores, diminuindo assim, o exercício de atividades informais. Qualquer um pode se inscrever sozinho no portal, entretanto a orientação e auxílio de um contador poderá fazer toda a diferença, pois ele é o profissional mais qualificado para te orientar quanto aos procedimentos burocráticos e te ajudar a desenvolver seu novo negócio.

Não há motivos para não buscar o auxílio deste profissional, visto que o contador oferece orientação e suporte gratuito no primeiro ano da abertura do MEI e mesmo a partir do segundo ano, o custo da assessoria costuma ser simbólico.

Se você quer ser MEI ou se deseja confirmar a regularidade da sua inscrição, clique aqui e fale com um contador.

Erros mais comuns ao abrir MEI - Não finalizar o cadastro para emitir nota


Este segundo erro mais comum ao abrir MEI é consequência do primeiro, pois como citamos, geralmente quem faz sua inscrição sem o auxílio de um contador geralmente deixa de finalizar cadastros necessários, como por exemplo, a inscrição municipal para emissão das notas de serviço.

Apesar de estar dispensado da emissão de notas fiscais em algumas situações, é importante finalizar todos os cadastros, afinal de contas, ninguém desejaria perder um contrato ou uma oportunidade de venda por não estar habilitado para emitir nota.

Outro fato importante com o qual muitos não se importam até precisar, é que o comprovante de renda do MEI é o faturamento comprovado, ou seja, se ele não emitir nota, dificilmente conseguirá comprovar sua renda. 

O que você fará para comprovar seu faturamento caso precise alugar um imóvel, financiar um veículo, ou até mesmo obter um empréstimo para alavancar seu negócio?

Não deixe para depois, habilite sua empresa para emissão de notas.
 

Erros mais comuns ao abrir MEI - Não emitir o relatório mensal de faturamento

 
Apesar de ser uma tarefa simples, muitos se esquecem de emitir o relatório mensal de faturamento e este é um dos erros mais comuns ao abrir MEI.

O prazo de emissão do relatório vai até o 20º dia do mês subsequente ao apurado, mas muitos vão deixando para depois, até não conseguirem mais lembrar a Receita Bruta auferida, acabando deixando por fazer e ficando irregular.

O relatório mensal, servirá também de auxílio para elaboração da declaração anual e deve ser arquivado juntamente com as notas de compra e venda do período pelo prazo de 5 anos.

Apesar de não ser obrigatória, a assinatura do contador no relatório mensal poderá afirmar ainda mais a veracidade das informações preenchidas.

Baixe o modelo do relatório mensal de faturamento do MEI


Erros mais comuns ao abrir MEI - Não abrir conta bancária

 
Outro erro comum ao abrir MEI é não providenciar a abertura da conta bancária pessoa jurídica.

A abertura da conta bancária possibilitará o acesso a microcréditos junto às instituições financeiras, bem como cartão de crédito e limites de cheque especial que tendem a ter melhores condições para pessoa jurídica.

Além disso, na sua conta pessoa física você pode ter diversas movimentações bancárias que não necessariamente tenham relação com sua atividade como MEI, podendo cair na malha fiscal caso ela seja superior ao limite de faturamento estabelecido na legislação.

Para abertura da conta bancária pessoa jurídica alguns bancos podem exigir a declaração de faturamento emitida pelo contador, por este motivo, quem realizou a inscrição recentemente e ainda não tem como comprovar faturamento, poderá procurar uma agência da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil para fazer a abertura, visto que estes bancos possuem programas de incentivo ao microempreendedor.

Mas atenção, nada de misturar as contas. Tudo que for receber ou pagar como MEI, deverá ser movimentado pela conta pessoa jurídica, que também não deve ser utilizada para pagamento de contas pessoais.

Para controlar isso é muito simples, depois de faturar e pagar as contas do seu MEI, transfira sua parte para sua conta pessoa física, e pronto, você poderá pagar suas contas pessoais sem se preocupar.


Erros mais comuns ao abrir MEI - Evitar o desenquadramento 


O último da série de erros mais comuns ao abrir MEI é evitar o desenquadramento do SIMEI.

O SIMEI é o regime de tributação criado especificamente para o microempreendedor individual, que são aqueles que exercem atividade com faturamento anual de até R$ 60.000,00 até 12/2017 e R$ 81.000,00 a partir de 01/2018. Neste regime de tributação, o MEI paga um valor baixo de imposto, já contando com a contribuição previdenciária, e fica dispensado do pagamento de diversos encargos e obrigações que são exigidas nos demais regimes.

E tudo isso tem um motivo: incentivar a formalização e promover o desenvolvimento do empreendedor. Mas muitos fazem de tudo para permanecerem enquadrados neste regime para continuarem se beneficiando da redução de impostos, e deixam de aproveitar as oportunidades únicas que o mercado tem oferecido para novos empreendedores.

O limite de faturamento do MEI deveria ser considerado uma meta e não uma barreira.

Desde sua inscrição o MEI deve elaborar estratégias de como conquistar mercado, aumentar suas vendas ou sua cartela de clientes.

Empreender é se desafiar, é sair da zona de conforto, porque você vai chegar até onde acreditar que pode. Então não se limite, monte sua estratégia, arregace as mangas e trabalhe duro pelo seu sucesso.

Precisando de ajuda para montar sua estratégia? Assista o vídeo Planejamento Estratégico do canal Tamo Junto.

E você, já cometeu alguns desses erros mais comuns ao abrir MEI? Deixe sua opinião nos comentários.

Nenhum comentário